« o tempo passa e a recordação fica no nosso coração. »

passaram-se quase duas semanas e é só agora que te escrevo. confesso que nesta altura, escrever para ti tem um impacto diferente porque não estás presente. sofri, não vou negar. pensava que ia ser tudo um pouco mais fácil, mas não foi. a tua morte tocou-me bastante, tocou-me de uma forma inesperada, apesar de saber que isto ia acontecer em breve.
fui a primeira a saber dessa notícia, tive de ser eu a contar ao pai, achas isso justo?
nessa manhã (recordo-me perfeitamente), eram 7h40,  mal ouvi aquelas palavras comecei a chorar como uma perdida, ainda para mais estava sozinha, não tinha ninguém comigo e nem sequer sabia o que fazer na altura. a primeira palavra que me ocorreu na cabeça foi: pai. e assim foi, limitei-me a avisá-lo e custou.
nesse mesmo dia, não consegui encarar o teu corpo naquela capela, não me tentes perguntar o porquê, porque nem eu tenho reposta para isso.. simplesmente perdi as forças quando cheguei àquela praça e me vieram todos abraçar, nem sequer me conseguia manter em pé. agora, nem consigo encarar o escuro da noite, tenho medo quando ouço um barulhinho e nem consigo estar sozinha em casa. quando isso acontece, penso se serás tu, que estás ali a ver-me, mas sinceramente espero que não sejas.
contudo, doeu e continua a doer muito. contínuo a sentir aquela revolta por nunca me quereres da forma que os querias a eles. porquê? sou assim tão má pessoa? sou uma vergonha? logo eu.. que era capaz de te dar tudo.
sabes, estou mal. o que me tem mantido melhor são os meus amigos e os meus pais, que nunca me deixam cair. mesmo assim, todos os dias, lá  vou eu ter de dizer que estou bem quando na verdade não estou.
agora partiste e nunca me chegaste a pedir perdão, espero que fiques com esse râncor e acredita que me sinto mal o suficiente ao dizer isto.
ps: digo muitas vezes ao tio, para cuidar bem de ti aí em cima*

12 comentários:

Feelings of Teen disse...

compreendo-te tão bem :s eu também fiquei com medo do escuro :s é mesmo mau tens de ter força :s

Ana Margarida disse...

Está lindo, e sabes, talvez todos nós tenhamos medo da noite. Lembra-te, melhores dias virão. Estou a fazer fisgas por ti. Sê forte.

A. disse...

Oh, minha linda o que se passou?

A. disse...

Oh, linda :c Deves sentir muito a falta dela

Ana Margarida disse...

Oh desculpa, querida .. Deves estar sempre a receber comentários meus.

Sandra Estevens disse...

Obrigada :)
Não sei o que se passou ao certo , mas muita força , e está mesmo lindo :)
Beijinhos *

Ana Margarida disse...

Ah ainda bem, querida ihih

A. disse...

Oh princesa, aposto que lá bem no fundo sentes <3

teixa pinto disse...

gosto muito*

mafalda sofia disse...

não sei o que se passou, mas precisas de ter muita força, calculo :) sigo*

r i t a m a r i a disse...

oh, força joana. :c

r i t a m a r i a disse...

OBRIGADA :)
(ai, esta música é tão fofa. xb)