2.

24.07.2012

olá avó, como estás? sei que andas por aí sem paradeiro certo, mas foste tu mesma que traças-te o teu destino, e agora estás a levar com as consequências dele. espero que agora te tenhas apercebido do quanto má pessoa eras, do quanto magoaste as pessoas com umas simples palavras. espero que saibas agora o quanto me magoaste, o porquê de ser tão fria. eu confesso, parte de mim quer perdoar-te mas outra não deixa que isso aconteca, e eu tenho pena.
hoje, faz 4 meses, e há 4 meses atrás eu estava completamente destroçada com a tua partida e ninguém imaginava que eu ficasse assim.
apesar de tudo, desejo-te o melhor e que encontres alguma paz esteja onde estiveres. aproveita para dar valor a quem sempre te quis bem.
ps: sei que disse que ia escrever coisas boas para ti, mas hoje não consegui. e agradece por mim a esse senhor que está aí contigo a dar-te a mão, apesar de não o ter conhecido tenho a certeza que para estar a fazer o que faz, era boa pessoa*

2 comentários:

patrícia. disse...

Senão estou enganada, desculpa perguntar-te , a tua avó namorou um rapaz mais novo , davas-te muito bem com ela , mas depois dessa decisão dela tudo mudou. Desculpa se estiver a confundir-me. :x

joana ; disse...

passei por algo que julgo ser semelhante e acredita que o tempo trás aceitação.
óptimo texto*