«aprenda para a vida, nunca deves ter medo de nada.»

bem, há muito tempo que não escrevia nada que fosse logo direcionado a ti, um daqueles textos enormes parecidos aos de antigamente, sabes? isso é estranho porque criei este cantinho, no fundo, por tua causa. mas hoje, chegou a altura de escrever um desses textos.
passou muito tempo.. passou-se 1ano e neste tempo todo muita coisa mudou. durante este ano percebi que existiam pessoas capazes de fazer certos esforços que tu nunca antes farias por mim, percebi que era capaz de arranjar alguém que me desse a atenção que eu tanto desejava e que dificilmente me trocaria por alguma coisa. percebi que era capaz de ter alguém tal e qual como eu queria que fosse.
eu sei, passámos por coisas boas, é verdade.. mas também não posso esquecer que houveram coisas más e isso foi o que acabou por me marcar mais ao longo do tempo e também foi isso que me fez ficar mais fria em relação a ti.
sabes, já não me lembro de ti. a cada vez que que tentas falar comigo já não sinto aquele nervosismo, aquela ansiedade de saber o que queres desta vez, já não penso no passsado e muito menos no futuro. já não penso em nós. isso para ti é estranho, não é? é estranho a pessoa que mais gostou de ti, deixar-te para trás de vez e nem querer saber mais de ti. saber que essa pessoa está feliz tal como está, saber que ela te ignora e que já não faz nada por ti. eu entendo, eu sei que é estranho, já senti isso por tua causa.
acredita que gostei de ti, gostei mesmo, contudo com o decorrer do tempo percebi que a relação que tive contigo não era nada daquilo que eu pensava. não era a relação séria que eu pensava que tinha.
por incrível que pareça, agradeco-te por este ter sido o nosso final. se não fosse, não conhecia as pessoas que conheço agora e ainda bem que as conheci. pensava sempre que nunca iria arranjar alguém tão bom como tu, mas agora sei que sou capaz de arranjar alguém assim.. alguém bem melhor.
este vai acabar por ser o meu último texto para ti, afinal já fazes parte do passado e como já não o recordo mais, esta é a prova que me desliguei de vez da nossa história e de tudo o que vivemos juntos. desiludiste-me, fizeste-me rebaixar imensas vezes sem ter culpa, fizeste de mim uma boneca nas tuas mãos mas finalmente cresci. agora não sou a mesma, apesar de achares que sim, mudei e mudei muito, já não vou atrás de ninguém quando sei que não tenho culpa de algo ter acabado.
segue em frente com a tua vida, arranja alguém que te faça feliz como nunca ninguém o fez, alguém que te faça acreditar outra vez nessa coisa a que chamam de amor. arranja alguém que faça tudo por ti e que mesmo assim receba algo em troca. porque eu.. eu vou arranjar.

1 comentário:

patrícia. disse...

Foi uma lição de vida.